Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Estão abertas as inscrições do concurso público para professor de Engenharia de Software



A Fundação Universidade do Amazonas abriu processo de inscrições do concurso público para professor do Magistério Superior, adjunto com dedicação exclusiva do Instituto de Computação (Icomp). O concurso conta com uma vaga exclusiva na área de Engenharia de Software. As inscrições devem ser feitas de 11 a 31 de maio na secretaria do Icomp. O salário inicial é de 9.570,41.

A inscrição custa uma quantia de R$180,00. Segundo o edital, o candidato deve levar uma pasta contendo os seguintes documentos: Requerimento de inscrição dirigido ao Presidente da Comissão de Concurso para a Carreira do Magistério que consta neste link, Curriculum Vitae preenchido preferencialmente na Plataforma Lattes, Cópia do CPF, Cópia do Documento Oficial de Identidade ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) e Comprovante de pagamento do valor da inscrição (GRU).

O concurso público terá 3 etapas: prova escrita, prova didática e prova de título. Segundo o edital, não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada para nenhuma das provas, portanto fique atento às datas. A prova escrita será realizada na data provável de 15/06/2017. As datas das provas didáticas e de títulos devem ser marcadas subsequentemente a etapa da prova escrita.

Veja mais detalhes através do link.

Alunos participam da Olimpíada Brasileira de Informática

Estudantes de graduação do Instituto de Computação (Icomp) da UFAM participaram nesta sexta-feira (12) da 1 fase da Olimpíada Brasileira de Informática (OBI), na modalidade universitário, no laboratório de computação do instituto. Estiveram presentes ao todo 36 competidores que puderam realizar as provas e resolver os desafios propostos pela disputa.

OBI é uma competição nacional promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e que faz parte da Olímpiada Internacional de Informática (IOI), promovida pela UNESCO (The United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization). O objetivo da OBI é despertar nos alunos o interesse por uma ciência importante na formação básica hoje em dia (no caso, ciência da computação), através de uma atividade que envolve desafio, engenhosidade e uma saudável dose de competição.

Ao todo a competição tem as fases locais, regionais e nacionais. Os melhores competidores ganham certificados e medalhas nas primeira colocações em cada uma das fases. Além disso, os alunos que mais se destacarem nas nacionais vão participar de um preparação para a competição internacional, com duração de um mês, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Para a doutora e delegada da competição na UFAM, Rosiane de Freitas Rodrigues, os benefícios de participar de uma competição como essa são inúmeros. “As competições dão experiência para o aluno lidar com grandes desafios. Nós temos muitos ex-alunos que trabalham hoje no Google, Amazon e Microsoft. Vários já nos disseram da importância que as competições tiveram para o processo de entrevista deles nessas grande empresas”, afirma a delegada.

O OBI, diferente de outras competições, tem como foco alunos do ensino médio e do primeiro ano da graduação. Segundo Rosiane, professores podem se cadastrar e levar a competição para dentro dos muros de suas escolas. “Para competir não precisa ser da Ufam ou de qualquer universidade. Qualquer escola se cadastrar no site da olimpíada e tornar um professor delegado da competição”.

Independente da escolaridade, a prof. Rosiane Freitas recomenda que os alunos interessados participem das competições. “As competições treinam o raciocínio lógico e o pensamento computacional. Qualquer interessado em participar das competições pode entrar em contato conosco”, finaliza.

IComp/UFAM abre inscrições para Programa de Monitoria

Estão abertas até a próxima quarta-feira, dia 17 de agosto, as inscrições para a seleção do Programa de Monitoria de Graduação 2016/2. Os interessados devem procurar a secretaria do IComp das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Para se inscrever o candidato deverá comprovar que cursou com aproveitamento, na UFAM, o mínimo de dois períodos letivos, estar matriculado em algum curso de Graduação oferecido pela UFAM, estar cursando no período 2015-2, o mínimo de três disciplinas, com exceção dos finalistas, além de cumprir outros requisitos. As informações completas podem ser encontradas no edital.

O valor da bolsa de monitoria é R$ 300 mensais. Os alunos selecionados deverão ter disponível 12h por semana para exercer a função.

As disciplinas para as quais os alunos poderão se candidatar estão divididas em três grupos: disciplinas de programação oferecidas pelo IComp para os cursos de graduação em Ciência da Computação, Sistemas de Informação e Engenharia da Computação, disciplinas de programação oferecidas pelo IComp para outros cursos da UFAM e outras disciplinas dos cursos de graduação do IComp.

O resultado da seleção será divulgado no dia 18 de agosto no mural de avisos do IComp. O candidato terá até o dia seguinte, dia 19, para apresentar recurso por meio do email This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..

 

 

Projeto da USP/São Carlos com IComp/UFAM vai receber bolsa de pesquisa Google

 

 

O Google anunciou na semana passada os ganhadores da edição de 2016 do programa de Bolsas de Pesquisa Google para a América Latina. A empresa recebeu um total de 473 pedidos de financiamento, de 13 países, e selecionou 24 pesquisas para financiar. O anúncio foi feito durante um evento no Centro de Engenharia do Google em Belo Horizonte.

 

Entre os trabalhos escolhidos está a pesquisa “Modelos de Ruídos para Melhorar Técnicas de Digitação Ininterrupta com os Olhos”, de Maria da Graça Campos Pimentel e Raíza Hanada, da Universidade de São Paulo (São Carlos), Brasil. Esta pesquisa visa possibilitar que pessoas "digitem" no computador com os olhos.

 

Raíza Hanada é aluna egressa do Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas (IComp/UFAM) e o projeto selecionado tem colaboração direta do instituto. “Este projeto engloba o doutorado da Raíza e o mestrado do Fernando Anglada, do IComp. A colaboração envolve pesquisadores nas áreas de Interface Humano-Computador (professores Maria da Graça Pimentel da USP e Khai Truong, da Universidade de Toronto) e Aprendizagem de Máquina (Marco Cristo e Fernando Anglada, do IComp)”, explica o professor da UFAM, Marco Cristo.

 

A pesquisa

 

Intitulada "Modelos de Ruídos para Melhorar Técnicas de Digitação Ininterrupta com os Olhos", a pesquisa espera melhorar as ferramentas de entrada de texto baseadas no olhar usados por pessoas com deficiências motoras como a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). A modelagem dos ruídos característicos deste processo vai permitir que o usuário se comunique mais rápido com o computador sem cansar tanto os seus olhos.

You are here: Home News and Events