Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Guia da Tutoria Acadêmica

Download do Guia do Programa de Tutoria Acadêmica.

Objetivos do Programa de Tutoria Acadêmica

  • Ajudar o calouro a se integrar ao ambiente acadêmico da Universidade Federal do Amazonas e do Instituto de Computação. 
  • Envolver o estudante de computação em um projeto de ensino, pesquisa, extensão ou inovação desenvolvidos no âmbito do IComp/UFAM. 
  • Estabelecer uma relação direta aluno-professor, em que o ingressante seja reconhecido como pessoa na sua individualidade. 

Como Funciona?

  • A Coordenação do curso designa, para cada aluno ingressante, um professor-tutor. 
  • Ao longo de um ano, tutor e tutorando devem manter contato regular. 

Dicas para os Tutores

  • Na primeira reunião, informe como e quando você gostaria de ser contatado. Deixe claro se você prefere (ou não prefere) e-mail, telefone, Facebook, WhatsApp, ou outras formas de contato. 
  • Procure conhecer um pouco sobre seu tutorando: bairro onde mora; onde cursou o ensino médio; expectativas sobre o curso. 
  • Fale de sua experiência quando aluno de graduação e um pouco de sua carreira profissional. 
  • As reuniões não precisam ser formais. Um lanche ou uma refeição simples podem ser bons momentos para conhecer melhor seus tutorandos. Procure respeitar as limitações de deslocamento e as possibilidades financeiras antes de marcar uma comemoração. 
  • Discuta sobre o andamento das disciplinas do semestre, e as dificuldades que seus tutorandos estiverem enfrentando.
  • Fale sobre as tendências na carreira profissional de computação, inclusive a de pósgraduação.
  • Enfatize a necessidade de organização do tempo, da autonomia de estudo, do estudo em grupo, e do aprendizado de uma língua estrangeira, em especial o inglês.
  • Realize pelo menos uma reunião mensal com seus tutorandos.
  • Durante o tempo da reunião, procure ouvir. Deixe o aluno falar sobre suas situações.
  • Convide seu tutorando a assistir uma de suas aulas, ou reunião do grupo de pesquisa, ou uma palestra que julgar interessante.
  • Não é seu objetivo recrutar alunos para seu grupo de pesquisa. Ser tutor é antes de tudo descobrir o potencial do aluno e fazê-lo identificar-se com este potencial. Mesmo que ele não deseje trabalhar na sua área, trate-o como se fosse e seja o facilitador que o levará a esta identificação.
  • Durante o período letivo, acompanhe a frequência e as notas de seus tutorandos nas disciplinas. Tenha cuidado para que esse acompanhamento não seja interpretado como uma “cobrança”. Mostre ao tutorando como esses dois fatores são importantes para sucesso acadêmico.
  • No final do 1º período, oriente sobre em quais disciplinas o estudante deve se matricular no período seguinte.
  • No final de cada período, observe o número de reprovações por frequência ou por nota. Mostre as estatísticas médias características de um aluno de sucesso e aquelas de um aluno que eventualmente foi jubilado.

Dicas para os Tutorandos

  • Mantenha contato regular com seu tutor(a). 
  • Respeite o tempo do seu tutor. Um professor universitário desenvolve não apenas atividades de ensino, mas também de pesquisa, extensão e inovação. Embora pareça desocupado em seu escritório à frente do computador, o professor pode estar preparando relatórios, escrevendo proposta de projetos, elaborando ou revisando artigos científicos, etc.
  • Não seja inconveniente. Não telefone ou envie mensagens às duas da madrugada, por exemplo.
  • Insista. Caso não encontre seu tutor, procure saber dele na secretaria do IComp. Mande uma mensagem informando seu desejo de entrar em contato.
  • Mesmo após várias tentativas, se você não estiver contente com a disponibilidade do seu tutor, solicite à Coordenação do seu curso a troca de tutor.
  • Sinta-se à vontade com seu tutor. Os títulos são conquistas resultantes de anos de trabalho, estudo e dedicação. Aproveite essa experiência para que você também possa traçar seu próprio caminho.
  • Posicione-se. Caso não possa comparecer a uma reunião marcada pelo tutor, explique sua impossibilidade. Ofereça um horário alternativo. Nada é mais desestimulante para um tutor do que um tutorando que não retorna mensagens.